Quem fala NÃO consente! Homens pelo fim da exploração sexual contra crianças, adolescentes e mulheres

  
Ato público faz parte das ações pelo Dia Internacional da Mulher e busca sensibilizar especialmente os homens sobre o tema da exploração sexual, promovendo o apoio à vítima e a denúncia desse tipo de violência


Marcando as comemorações do Dia Internacional da Mulher, o Instituto PAPAI e o Núcleo GEMA/UFPE se unem a outros grupos feministas de Recife nesta sexta-feira (6) na caminhada pelo fim de todas as formas de violência e discriminação contra a mulher. Nesta caminhada, será divulgada a Campanha Quem fala NÃO consente! Homens pelo fim da exploração sexual contra crianças, adolescentes e mulheres. O evento terá concentração no Parque 13 de maio, às 14h. A saída da caminhada está prevista para as 16h em direção à Praça do Derby, passando pela Avenida Conde da Boa Vista.


Durante o percurso, integrantes do PAPAI e do GEMA e das organizações parceiras estarão conversando com a população e distribuindo materiais informativos e educativos (cartilhas, cartazes, adesivos e leques) sobre a importância de denunciar casos de exploração sexual e outras formas de violência. “Nossa campanha unirá forças a outros movimentos sociais e organizações da sociedade civil que lutam pelo fim de todas as formas de violência contra a mulher. Para nós, é importante sensibilizar as pessoas para não se omitirem diante de casos de violência. É importante falar, denunciar porque “Quem fala NÃO consente”!”, destaca o Educador Social do Instituto Papai, Wagner Montenegro.  Na concentração da caminhada, haverá ainda grafiteiros que construirão personagens sobre o tema da campanha.

       A Campanha Quem fala NÃO consente! é apoiada pelo Fundo Canadá de Apoio a Iniciativas Locais, um programa vinculado ao Ministério das Relações Exteriores e Comércio Internacional do Canadá que apoia iniciativas de ONG e organizações de bases locais de países em desenvolvimento. Este programa promove o fortalecimento das relações entre o Canadá, a sociedade civil e as comunidades dos projetos financiados, o que amplia e reforça as redes de solidariedade e contato entre o Canadá e os outros países. Além da caminhada, o projeto prevê oficinas e outras ações em escolas no bairro da Várzea, voltadas aos jovens da região.


Dados de violência contra a mulher - De acordo com o último relatório do Mapa da Violência (estudo realizado a cada dois anos pelo Instituto Sangari, que atualiza os dados de mortalidade por causas violentas no país), Pernambuco ocupa a 10º posição no ranking da violência contra a mulher e a cidade do Recife ocupa a 6ª posição entre as capitais, o que aponta para a necessidade de ações que priorizem a equalização das diferenças de gênero e que busquem envolver as pessoas pelo fim da violência contra a mulher. Sabemos que os homens são os principais autores da violência e o intuito da campanha é envolver e sensibilizar esses homens a denunciarem e a não se calarem diante de situações de violência contra a mulher. 

Serviço:
Bloco “Quem fala NÃO consente!” Homens pelo fim da exploração sexual contra crianças, adolescentes e mulheres
Sexta, 6 de março,
Concentração às 14h no Parque Treze de Maio, saída às 16h pela Av. Conde da Boa Vista, sentido Derby.
Aberto Público
Mais informações: (81) 3271. 1420
Visualize o vídeo da Campanha no http://youtu.be/tV5iwQG2XcE