quarta-feira, 19 de novembro de 2014

CONCURSO DE VÍDEOS "TODOS JUNTOS CONTRA A LGBTFOBIA"


Se você tem entre 16 e 24 anos e reside no estado de Pernambuco, participe do concurso de vídeos promovido pelo Instituto PAPAI, através do Projeto Tudo Vai Melhorar - Brasil, em parceria com o Consulado Americano no Recife. 
Os vídeos em formato digital, com no máximo 60 segundos e conteúdo ligado ao enfrentamento à LGBTfobia, devem ser postados no Youtube ou no Vimeo e o link deve ser enviado até o dia 30/11 para o e-mail tudovaimelhorarbr@gmail.com junto com nome, idade e cidade do autor. O vencedor recebe um Ipod Nano 16 GB.

Participe e ajude a espalhar uma mensagem de positividade para os jovens e adolescentes LGBT do nosso país! 

Confira o regulamento:

REGULAMENTO


1. QUEM PODE PARTICIPAR

1.1. Podem participar do Concurso de Vídeos “Todos juntos contra a LGBTfobia” jovens de 16 a 24 anos de todo o Estado de Pernambuco que tenham concluído ou estejam regularmente matriculados no Ensino Médio.

1.2. É vedada a participação no Concurso de Vídeos “
Todos juntos contra a LGBTfobia” de funcionário(as), colaboradores(as), conselheiros do Instituto PAPAI ou do Consulado Americano no Recife, bem como seus respectivos parentes até 2º grau e cônjuges e quaisquer pessoas envolvidas diretamente na execução do concurso ou com seus patrocinadores.



2. FORMATO DOS VÍDEOS

2.1. Os vídeos poderão ser realizados em qualquer tipo de equipamento que produza imagens em movimento: câmera de vídeo, câmera de foto digital (sequências de fotos), câmera de celular, animação feita no computador etc.


2.2. Os vídeos deverão ser postados no Youtube ou no Vimeo e seu link deve ser enviado para o e-mail tudovaimelhorarbr@gmail.com junto com nome, idade e cidade do autor.


2.3. O tamanho máximo do arquivo a ser enviado é de 100 Megabytes.



3. DURAÇÃO DOS VÍDEOS

3.1. Os vídeos deverão ter no mínimo 01 (um) segundo e no máximo 60 (sessenta) segundos de duração, incluindo os créditos. Em outras palavras, os nomes das pessoas que realizaram o vídeo deverão estar dentro do limite máximo de 60 (sessenta) segundos. Será dada uma tolerância de no máximo até 02 (dois) segundos.


4. DOS CRÉDITOS NOS VÍDEOS ENVIADOS

4.1. Os vídeos não obrigatoriamente deverão ter créditos dos responsáveis por sua realização. Ficam obrigados a incluir créditos apenas aqueles que incluam trilha sonora (independentemente dela ser de domínio público ou não), imagens e outros materiais de terceiros.


5. QUANTIDADE DE VÍDEOS E INSCRIÇÃO


5.1. Não há limite de vídeos a serem enviados por realizador.


5.2. Todos os vídeos enviados através do e-mail informado e que estiverem de acordo com o presente Regulamento serão considerados inscritos no Concurso de Vídeos “Todos juntos contra a LGBTfobia”.


6. TEMA

6.1. O usuário deverá inscrever vídeos que tratem do respeito à diversidade sexual, do enfrentamento à LGBTfobia, e da construção de uma sociedade sem preconceito e discriminação. O usuário deve levar em conta que o público-alvo dos vídeos é formado por adolescentes e jovens LGBT e que a principal mensagem a ser passada é de que “Tudo Vai Melhorar”, apesar do preconceito que ainda é marca de nossa sociedade.




7.  DO JULGAMENTO

7.1.  A comissão organizadora, composta por 2 (dois) membros da equipe do Instituto PAPAI, irá escolher entre os vídeos inscritos cinco finalistas, com base na originalidade e na mensagem passada por cada um deles.

7.2. Os vídeos finalistas serão postados na página do Projeto Tudo Vai Melhorar - Brasil no Facebook. O que obtiver o maior número de curtidas será considerado o vencedor do concurso.

8. PREMIAÇÃO


8.1. Será concedido ao vencedor do concurso, em caráter de premiação, um Ipod Nano de 16 gigabytes.


8.2. A organização do Concurso poderá suspender a premiação, caso não haja um número considerável de vídeos inscritos e/ou com qualidade satisfatória, entre outras hipóteses.



9. DATA LIMITE

9.1. Os vídeos poderão ser enviados até as 23:59h do dia 30 de novembro de 2014 (horário de Brasília);


10. CESSÃO DE DIREITOS PARA PROMOÇÃO E DIFUSÃO CULTURAL DOS VÍDEOS

10.1. O autor / realizador ou titular do vídeo cede a título gratuito ao Projeto Tudo Vai Melhorar - Brasil e ao Instituto PAPAI, seus parceiros e/ou patrocinadores todos os direitos de seu(s) vídeo(s) enviados ao concurso, pelo prazo de 10 (dez) anos, prorrogáveis automaticamente por igual período, sucessivamente, para sua veiculação e difusão cultural e/ou educativa nas seguintes modalidades:

a) A veiculação ou exibição em programas jornalísticos em qualquer tipo de mídia, na íntegra ou em parte, para a divulgação do concurso.
b) A veiculação, exibição ou divulgação em centros culturais, museus e demais estabelecimentos culturais sem fins lucrativos, dentro e fora do Brasil.
c) Para a confecção de catálogos do Concurso de Vídeos “Todos juntos contra a LGBTfobia – ou formatos que venham a substituí-lo – para divulgação e difusão cultural e/ou educativa sem fins lucrativos.
d) Para promoção do concurso no próprio site do concurso e em canais de Portais ou sites de internet parceiros e/ou de patrocinadores.
e) Promoção do Concurso de Vídeos “Todos juntos contra a LGBTfobia” em TVs ou outras mídias que tenham acordo de parceria para a promoção do concurso
f) No site (ou em formato DVD) em atividades relacionadas ao Projeto Tudo Vai Melhorar – Brasil.

                                                                      
11. AUTORIZAÇÃO PARA  DISTRIBUIÇÃO DOS VÍDEOS

11.1. O autor / realizador ou titular do vídeo, ao inscrever-se, cede os direitos de comercialização e/ou distribuição ao Projeto Tudo Vai melhorar e ao Instituto PAPAI os direitos de distribuição de seu(s) vídeo(s) em toda e qualquer modalidade de utilização e meios existentes ou que venham a ser criados, tais como, mas não limitado a:

a) Circuitos de salas de cinema (“Theatrical” e “Non-Theatrical”);
b) Todas as formas de vídeo doméstico (homevideo) incluindo Vídeo para Aluguel (“Home Video Rental”), nos formatos de vídeo-cassete, Digital Video Disc (DVD), Video Disc, vídeo interativo, CD-ROM e qualquer outro formato de vídeo existente ou que venha a ser criado;
c) “Public Video” em qualquer formato, suporte e meio de transmissão existente ou que venha a ser criado;
d) Todas as formas de televisão incluindo Televisão de Programação Paga (“Pay-Per-View”), Televisão Paga (“Pay TV”), Televisão de Sinal Aberto (“Free TV”), IPTV;
e) Internet e outras mídias digitais (numéricas) interativas e assistidas por computador, meios multimídia e “on-line” (por cabo ou sem), telefone celular e demais redes de telefonia e telecomunicação;
f) Exibições  em aeronaves, embarcações, trens, ônibus, e demais transportes de massa ou não, Linhas aéreas inclusive para distribuição em voôs e Navios;
g) Escolas, clubes museus, universidades, casernas e outras instituições;
h) Hotéis;
i) Plataformas de Petróleo;
j) Exploração em jogos e sistemas interativos e dispositivos de leitura eletrônica bem como dispositivos baseados ou assistidos por computador onde o vídeo seja explorado de maneira não linear;
l) Monitores, painéis e televisores de mídia indoor e sinalização digital em elevadores, aeroportos, ônibus, metrô e todos os demais espaços de exibição dessas mídias.

11.2. A cessão de direitos abrange a possibilidade de reprodução no Brasil e no exterior.

11.3. O autor / realizador ou titular do vídeo autoriza a retirada do som, bem como a redução do tamanho dos créditos de seus vídeos, caso isso seja necessário para a exibição em qualquer uma das mídias descritas acima.

11.4. A cessão dos direitos de utilização, comercialização e distribuição dos vídeos será de forma exclusiva no Brasil.

11.5. O autor / realizador ou titular do vídeo não receberá nenhuma remuneração pela exibição de seu(s) vídeo(s) em qualquer das hipóteses citadas no item 10.1;

11.6. O autor / realizador ou titular do vídeo compromete-se a fornecer Concurso de Vídeos “Tudo Vai melhorar – Brasil” , quando solicitado, versão em alta resolução de seu vídeo, bem como material de promoção, fotos, dados complementares sobre a produção, entrevistas exclusivas para divulgação do vídeo, making of do vídeo ou qualquer outro material que auxilie na promoção do vídeo.

11.7. O autor / realizador ou titular do vídeo também se compromete a fornecer informações e documentações sobre licenciamentos anteriores, datas de encerramento das licenças e demais informações relativas aos direitos autorais para distribuição do(s) vídeo(s).


12. CURADORIA E CASOS OMISSOS

12.1 A Curadoria e as decisões criativas Concurso de Vídeos “Todos juntos contra a LGBTfobia , incluindo a escolha dos vídeos premiados, são de responsabilidade Insituto PAPAI, não podendo ser questionadas em nenhuma hipótese.

12.2 Os casos omissos serão resolvidos pela comissão organizadora do Concurso de Vídeos “
Todos juntos contra a LGBTfobia 



Nenhum comentário:

Postar um comentário