terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Projeto | Homens, gênero e práticas de saúde: diálogos com os trabalhadores em grandes obras


Coordenação: Mariana Azevedo

Este projeto integra o Programa "Diálogos para o desenvolvimento social em Suape" e está sendo desenvolvido pelo Instituto PAPAI, em parceira com o Núcleo Gema/UFPE e envolve, em linhas gerais, um conjunto de atividades com/sobre homens e práticas de saúde.

Objetivo: Contribuir para o enfrentamento da violência e a promoção da saúde e equidade de gênero na Região de Suape, a partir de um conjunto de ações que visam sensibilizar, informar e envolver homens que atuam nas empresas (terceirizadas) responsáveis pela construção das empresas do Complexo Suape, abordando temas como: saúde e auto-cuidado, paternidade, diversidade sexual, prevenção às violências e uso e abuso de álcool e outras drogas.

Atividades previstas:
1.  Pesquisa: Levantamento e análise de informações relativas à saúde, sexualidade e violências de gênero junto a esses trabalhadores, de modo a instrumentalizar a ação de intervenção em desenvolvimento e ao mesmo tempo contribuir para a campo de produção de conhecimento sobre população masculina em processos migratórios.
2.  Ação comunitária em escala progressiva: Organizada em torno do tema da “saúde do homem” tendo como por base os princípios que orientam a campanha “Machismo não combina com saúde!”, a partir da qual pretende-se abordar os temas da saúde, sexualidade, prevenção de IST/Aids, paternidade, diversidade sexual e violência de gênero entre os homens e/ou contra as mulheres. Esta ação inclui: Campanha comunitária para sensibilização de 20.000 trabalhadores em lugares estratégicos (alojamentos, bares, campos); Palestras e conferências para cerca de 4.000 funcionários; Oficinas para a formação de multiplicadores envolvendo cerca de 240 homens; Formação de Grupo Mobilizador: cerca de 24 trabalhadores
3. Adaptação de material educativo: Tendo por base materiais produzidos e testados pelo Instituto PAPAI, em diferentes países, bem como os resultados das análises produzidas pelo componente de pesquisa.
4.  Prevenção e testagem: No conteúdo da formação, oficinas, palestras e atividades de sensibilização, serão incluídas informações, orientações e um processo amplo de sensibilização para prevenção de DST/Aids (a partir do estímulo ao uso de preservativos e outros insumos) e para testagem para HIV, a partir de ação articulada com órgãos públicos de saúde locais competentes.



Apoio empresas Complexo Suape:







Apoio acadêmico