Evento | Últimos dias para inscrição de trabalhos para encontro da ABRASCO


Se encerra 13 de maio, inscrição de trabalhos para VI Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde.




* * * * * *

Gostaríamos de informar que se encerra no próximo dia 13 de maio a inscrição de resumos para os Grupos Temáticos do VI Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, que vai se realizar entre 14 e 17 de novembro de de 2013, no Rio de Janeiro, na UERJ.

A inscrição de resumos deve ser feita através do site http://www.cienciassociaisesaude2013.com.br.

Parry Scott (PPGA-UFPE) e Jorge Lyra (PPGPsi-UFPE) estarão coordenando o Grupo de Trabalho, intitulado "Gênero e Saúde em projetos de desenvolvimento" (GT 24).

Breve síntese sobre o grupo
Nos projetos de desenvolvimento priorizados pelo Programa de Aceleração do Crescimento - PAC do governo federal questões de saúde e de gênero são relegadas a um lugar secundário. Projetos industriais, complexos portuários, construção de estádios, sistemas de transporte, barragens, formação de pólos de desenvolvimento com vocações específicas, e, em geral, o estímulo aos investimentos em grandes obras gera efeitos nas condições de vida da população. Há legislações e ações que visam mitigar os efeitos, mas há pouca discussão sobre as reais repercussões dos projetos de desenvolvimento sobre saúde e gênero. Este GT discute como o planejamento e a implementação destes projetos abarcam as questões de gênero e de saúde e outros determinantes sociais, os inserindo (ou não) em legislações que exigem ações mitigadoras. Como estes projetos tratam a promoção de igualdade de gênero, a qualidade de vida e o acesso à saúde? O que a legislação contempla permite uma articulação colaborativa entre agentes promotores de projetos de desenvolvimento, de um lado, e os agentes de movimentos de promoção de igualdade de gênero e de acesso à saúde, de outro. Pode-se criar uma espécie de circulação de saberes e ações e abrir um diálogo, mesmo desigual, entre esses agentes. Mas muitas coisas escapam ao olhar dos planejadores e executores dos projetos. A investigação científica e os movimentos sociais apontam ações nocivas à saúde e à promoção de igualdade de gênero. Neste GT espera-se explorar, criticamente, os efeitos destes projetos nas relações de gênero e na saúde da população em contextos sociais de crescimento acelerado.

A inscrição de resumos deve ser feita através do site http://www.cienciassociaisesaude2013.com.br.